INTRODUÇÃO
A Applus+ pode utilizar os diferentes métodos de testes de fugas para examinar novos componentes, de acordo com as normas e procedimentos aplicáveis, ou colaborar com um cliente para ajudá-lo a localizar fugas nos seus ativos existentes e sistemas em funcionamento.
A NOSSA SOLUÇÃO
Entre os vários testes de fugas existentes, os mais habituais são:
 
  • por borbulhagem de pressão direta
  • por borbulhagem com câmara de vácuo
  • por deteção de halogéneos
  • por mudança de pressão
  • por espectrómetro de hélio e sonda, marcador e sonda e através de campânula
  • por sonda de deteção da condutividade térmica
  • por ultrassons
 
Estes métodos são utilizados para saber onde se encontram as fugas ou para calcular a taxa de fugas.
DIRIGIDO A
Os testes de fugas podem ser utilizados em sistemas de praticamente todos os setores, tais como condutas de líquidos ou gás, permutadores de calor, recipientes sob pressão ou tanques, assim como em muitos outros componentes de sistemas e instalações industriais.
VANTAGENS E BENEFÍCIOS
Os testes de fugas apresentam duas vantagens:
 
  • Em primeiro lugar, realizar um teste de fugas num componente ou num sistema antes de o colocar em serviço tem muitos benefícios. Por exemplo, um teste de fugas com hélio num permutador de calor permite verificar a taxa de fugas nas soldaduras da placa de tubos, bem como saber se existem fugas nos próprios tubos. Outro exemplo deste tipo seria realizar um teste de fugas em vácuo na base de um tanque.
  • Em segundo lugar, se houver a suspeita de que um sistema possa ter uma fuga, um dos métodos de teste de fugas pode ajudar a estabelecer a sua localização para poder repará-la.
Os sistemas com fugas podem afetar negativamente o ambiente, o funcionamento do sistema ou a economia da empresa, como consequência da perda de produto e dos períodos de paragem.