INTRODUÇÃO
Os ensaios por fugas de fluxo magnético proporcionam aos proprietários dos ativos a informação necessária para avaliar se a vida útil dos tanques é a adequada. A Applus+ utiliza vários scanners para realizar estas análises de integridade, que normalmente (embora nem sempre) são utilizadas para inspecionar bases de tanques de armazenamento. Os ensaios por fugas de fluxo magnético funcionam induzindo-se um campo magnético intenso, próximo da saturação, em materiais ferrosos. Quando a cabeça do sensor passa por uma zona afetada por corrosão ou por modificações metalúrgicas, mede uma mudança na densidade do fluxo, que é refletida no ecrã de um computador. O operador é alertado em tempo real e a situação é registada para análise posterior.
A NOSSA SOLUÇÃO
A Applus+ desenvolveu uma abordagem sistemática para os ensaios por fugas de fluxo magnético, pelo que as inspeções são realizadas com tecnologia de vanguarda e a informação obtida é mostrada com o nível de detalhe necessário para avaliar se o depósito apresenta condições adequadas para continuar a funcionar. 
 
A ampla gama de equipamentos e de software de criação de relatórios à disposição do pessoal da Applus+ permite que os clientes tenham acesso a leituras do sistema num formato de scanner circular em tempo real. Em vez de utilizar uma abordagem focada em verificar todo os componentes por igual, a Applus+ estabelece de forma metódica um limite para que os clientes possam concentrar-se nas zonas mais afetadas, o que reduz o tempo total de inatividade.
 
Aproveitando as possibilidades proporcionadas pelos ensaios por fugas de fluxo magnético e combinando-as com um programa API 653 bem concebido, os clientes podem avaliar os tanques de armazenamento na sua totalidade, para cumprir os requisitos legais e minimizar possíveis interrupções da produção.
 
DIRIGIDO A
Esta técnica pode ser utilizada em todos os ambientes e indústrias que utilizam tanques de armazenamento nas suas operações.
 
VANTAGENS E BENEFÍCIOS
Entre as vantagens desta tecnologia podemos enumerar:
  • Método eficaz para avaliar a base e a cobertura dos tanques.
  • Semiautomático ou automatizado.
  • Permite aplicação sobre revestimentos.
  • Permite distinguir entre células de corrosão no lado superior e inferior.
  • Resultados fiáveis e repetíveis.