A Associação de Químicos de Castela-Mancha (Arquicma) entregou no dia 15 de maio os prémios “Clodoaldo Jiménez” à segurança laboral, nos quais a Applus+ foi duplamente reconhecida

23/05/2018
    A entrega anual dos prémios da Associação de Químicos de CLM outorga duas importantes distinções à Applus+ em matéria de PRL.
    Desde o ano 2012, a Associação de Químicos de Castela-Mancha (Arquicma) e os Organismos Nacionais colaboradores dirigem a entrega dos prémios “Clodoaldo Jiménez” à segurança laboral por “zero acidentes” no ano precedente. Neles reconhece-se o trabalho exemplarmente realizado a instituições, personalidades, empresas e recursos preventivos que durante o ano precedente tenham destacado pelo seu trabalho no âmbito de atuação na Prevenção de Riscos Laborais”.
     
    No dia 15 de maio teve lugar a última edição destes prémios e a Applus+ recebeu duas distinções: um reconhecimento a nível local recolhido pelo chefe do Departamento de Mecânica, José Manuel González Galán, pela nossa gestão no âmbito da prevenção de riscos laborais, e outra a nível pessoal para Pedro David Rico (chefe de projeto e técnico de PRL). Estiveram presentes no ato autoridades governamentais nacionais e locais, destacando a presença da Presidente da Câmara de Puertollano e do subdelegado do Governo em Ciudad Real, e agentes sociais (CCOO e UGT). Foram também ministradas duas interessantes conferências pelo Dr. Bartolomé Beltrán, Secretário Geral da Academia Médico-Cirúrgica Espanhola e Membro do Conselho Assessor do Ministério da Saúde, e por Rafael Ruiz, Diretor do Colégio de Químicos de Madrid, acerca de “O envelhecimento da população trabalhadora e trabalho sustentável e saudável”.
     
    Além disso, estiveram presentes diversos representantes de grupos políticos locais, associações locais, gerentes, diretores, inúmeros associados, um grande grupo de prevencionistas e amigos da Arquicma e chefes de segurança e responsáveis de prevenção de diversas empresas. A Divisão Energy&Industry em Espanha está fortemente implicada na promoção de uma cultura muito mais preventiva em todos os níveis da empresa e em todos os setores.  Estes reconhecimentos são sem dúvida um estímulo para continuar a avançar e melhorar na procura do objetivo de zero acidentes.